♬ Let’s Glow ♬


Late Glitch, o Álbum (Resenha) by Glow Beyotch
novembro 1, 2008, 12:19 pm
Filed under: Berenice Recomenda, Cello Zero | Tags: , , ,
Foto: Elisa Freitas

Hoje, com muito orgulho, apresentamos a todos vocês o álbum que eu mais esperei nesse fim de ano. O álbum é o “Late Glitch” — já comentado muitas vezes aqui — do produtor Cello Zero (ex-muitas coisas), lançado em parceria com o MySpace Nightlife.

O incrível álbum inicia com a ótima “Lupanar” — também já postada aqui —, com um piano à la “I Will Survive” (risos), sem vocais e guitarras que me fazem lembrar as melhores faixas do francês DatA. Logo após tem “Turn It Up”, faixa com os vocais do Goos, amigo da antiga NRK e futura banda. Meio Rap, meio New Rave (risos) e base composta de poucos elementos, a faixa deixa bem claro que “less is more”.

A terceira e melhor faixa, “Aurora”, com vocais gritados dos Mono4, é atolada em glitch (efeito que deu nome ao disco) e distorção. “Aurora” é tão boa e viciante, que me faz esquecer da existência da faixa “11h30”, do francês Danger, uma das minhas favoritas de toda a vida.

Em seguida vem “P.O.T.I.”, faixa instrumental em parceria com FBRZ!, mas não tenho muito a comentar sobre ela. Já a quinta faixa me leva a fazer muitos comentários. A mesma, chamada “Stomp Rocket”, tem parceria com os japas do 80kidz e inicia com um baixo distorcido incrível e grudento e um vocal maravilhoso que parece ter sido ripado de um discurso político de Cuba unido a uns gritinhos bem Hadouken! (risos). É a segunda melhor do álbum sem dúvidas.

A sexta faixa, chamada “Hey Goos”, tem parceria com os meninos do brasileiro Database e também parece ter vocais do Goos — ótimos vocais, BTW —, estes bem picotados e em perfeita sincronia com a base que lembra muito o que os melhores franceses andaram fazendo neste século.

Em seguida vem a faixa “Cabo do Sargento”, com vocais escrachados da linda MC Gi e samples de Baile Funk. A faixa é ótima, mas a letra cheia de duplo sentido não me convenceu. Apesar desse ponto (bondosamente) negativo, a faixa dá de 10 a 0 na saturada “Pára de Gracinha”, dos italianos Crookers.

A oitava faixa, “Live from a Motel 6”, com os alemães Team Randalism, tem um tempo (BPM) menor e dá uma esfriada após as anteriores, todas bem ácidas. Possui uma base e vocais bem atraentes, perfeita para “aquelas” horas (risos). Logo em seguida vem a misteriosa e experimental “Wounded Knee”, parceria com o paulista AZM&B. As guitarras dessa faixa deixam os Daft Punk e sua “Aerodynamic” no chão. Pronto, falei.

E por fim tem “Over Skreamer”, com um solo de guitarra incrível, synths que deram um contraste ótimo nas batidas e é perfeita para qualquer DJ introduzir em seu set. Com essa faixa eu aposento meus favoritos DatA e Soulwax.

Avaliação do Let’s Glow:

Para ouvir o álbum, dê uma passadinha no MySpace do Cello Zero:

MySpace Cello Zero.

Um beijo. Berenice se segurou, mas ela desabou com esse álbum (risos).


3 Comentários so far
Deixe um comentário

nossa, que textao! se pagaram pau assim eh que deve ser bom neh, heiheiue. vou ouvir

Comentário por Camille

Eu ADOREEI. sem brincadeira. (:

Comentário por Thaiza

Mto bom
Mto bom

Comentário por ed.




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: